Açaí no Ponto | 10 dicas para quem está procurando investir em uma franquia
| Açaí na Mídia
30 de agosto de 2016
10 dicas para quem está procurando investir em uma franquia

Confira e seja um empreendedor!!!



1. Pesquise, pesquise e se tiver dúvida, pesquise ainda mais

Além de saber se o dinheiro disponível é suficiente pra comprar uma franquia, um futuro franqueado precisa aprender tudo sobre o franqueador que pretende iniciar uma parceria de longo prazo. Esta relação é quase como um casamento, portanto, não tenha pressa no período do namoro. Itens como: taxa de retorno, tipo de apoio que o franqueador oferece, taxa de morbidade da franquia (quantas lojas da marca fecharam), são alguns exemplos de informações imprescindíveis antes de tomar a decisão. Outra pesquisa importante é entrar em contato com franqueados mais antigos pra perguntar se estão satisfeitos com a franquia.

2. Dê preferência para um negócio que você goste

Quando trabalhamos no que gostamos nosso resultado é melhor e nos sentimos mais felizes. Atualmente existem inúmeras opções de franquia nos mais diversos setores, portanto, é possível escolher algo que dê prazer e dinheiro.

3. Decida ser um franqueado “barriga no balcão”

Empreender é uma atividade de risco, por isso, todo o cuidado e acompanhamento são bem-vindos. Há um ditado antigo que diz que o porco engorda mais no alcance dos olhos do dono. A sabedoria popular neste caso não falhou. É isso mesmo! Não creio em sucesso de um negócio em seu início, sem monitoramento sistemático e muito próximo do dono.

4. Aprimore sua liderança

Liderar é a arte de conduzir pessoas a trabalharem em equipe, gerando os resultados desejados pelo líder. Diante disso, é fundamental ao futuro empreendedor saber lidar bem, conversar, motivar e inspirar. Isto é um comportamento, portanto, é possível desenvolver esta competência através de treinamentos, leituras e coaching. Recomendo fortemente que, enquanto o processo de tomada de decisão se desenrola, o empreendedor dedique tempo e energia aprendendo a liderar.

5. Aprenda sobre o negócio

Se o potencial franqueado tivesse experiência no negócio, certamente ele não estaria disposto a pagar taxa de franquia a ninguém. Podemos concluir que o potencial franqueado precisa ser ensinável e estar disposto a aprender tudo o que puder a respeito do negócio, marketing, produtos e tudo mais que for necessário para o bom desenvolvimento do negócio com saúde.

6. Defina um pró-labore

Na análise da viabilidade financeira do negócio deve-se considerar um pró-labore que seja suficiente para cobrir os gastos do sócio que vai conduzir o negócio. É muito sacrificante trabalhar sem ganhar e muitos empresários só tiram pró-labore se sobrar. Este é um dos fatores mais desmotivantes que existe.

7. Invista tempo na seleção da equipe

Mão de obra qualificada tem sido uma das maiores dificuldades em quase todas empresas que conheço. Contratar mal significa perder dinheiro, haja vista que geralmente os funcionários que trabalham em uma franquia precisam de uma forte carga de treinamento. Contratar mal, treinar e ter que demitir no curto prazo é perda de tempo e dinheiro.

8. Aprenda a vender

Não existe negócio que não dependa de vendas e vender é um processo que envolve técnica, experiência, monitoramento e conhecimento dos produtos. Ninguém perde em aprender a vender. Este é um conhecimento que vale a pena não somente pra tocar uma franquia, como também pra qualquer atividade de desenvolvimento de negócios.

9. Avalie-se em relação aos pontos fortes e fracos

Desenvolver um negócio demanda conhecimentos e habilidade em diversas áreas, como por exemplo, comercial, operações, finanças, gestão de custos, entre outras. Certamente o empreendedor não domina e não tem habilidades em todas elas. É de fundamental importância saber quais são estas áreas, a fim de abrandar tal deficiência, com treinamentos ou, até mesmo, pedindo ajuda ou contratando alguém que desenvolva bem essa atividade.

10. Desenvolva comportamentos empreendedores

Comportamento Empreendedor é um conjunto de atitudes, que se bem desenvolvidas no empresário, aumentará significativamente os resultados na operação dos negócios.  A ONU preconiza que as características destes comportamentos são: busca de oportunidade e iniciativa;, correr riscos calculados, exigência de qualidade e eficiência, persistência, comprometimento, busca de informações, estabelecimento de metas, planejamento e monitoramento sistemáticos, persuasão e rede de contatos e independência e autoconfiança.

*Renato Maggieri – Formado em Ciências Contábeis, pela Universidade Mackenzie e com dois títulos de MBA – em Gestão Empresarial, pela FGV, e em Executive Seminars, pelo Rockford College, EUA – Renato Maggieri teve uma carreira consolidada como auditor e executivo financeiro de empresas de grande porte, mercado onde atuou por mais de 18 anos e também como professor universitário na área de Custos, Administração Financeira e Auditora. Levou seu expertise para corporações de diferentes segmentos, onde atuou como consultor nas áreas de Estratégias Empresariais, Reorganização Financeira, Valuation e Startup.

Fonte: Canal do Empreendedor